Ir para o conteúdo
Motivos Para Contratar Planos Odontológicos Saúde Bucal

3 dicas sobre plano odontológico que você precisa saber

Leitura: 4 min
163 visualizações

O plano odontológico é uma ótima forma de proteger seu orçamento contra gastos inesperados com dentistas. Os tratamentos particulares são caros e a maioria das pessoas não sabe quando irá precisar deles.

Mas qual será o plano odontológico mais indicado para o seu caso? Veja 3 dicas que podem ajudar você a contratar o que melhor atende suas necessidades e proteja-se contra surpresas desagradáveis.

1 – Avalie suas reais necessidades no plano odontológico

Pense no plano odontológico da mesma forma que um plano de saúde: o melhor custo-benefício é quando ele proporciona exatamente o que você precisa.

Assim, não adianta ser um plano muito barato se não atende às suas necessidades ou da sua família. Da mesma forma, não compensa pagar mais caro se você não usa o que ele oferece.

Por isso, é muito importante que faça uma lista do que você espera de um plano. Relacione tudo o que você precisa e analise qual o plano odontológico que melhor responde à maioria delas.

Veja alguns exemplos:

  • O que você precisa mais, de um plano que cubra implantes dentários ou que ofereça manutenção de aparelho ortodôntico e clareamento, por exemplo?
  • Costuma viajar, precisa de cobertura nacional ou a regional é suficiente?
  • Quem o utilizará? Haverá dependentes crianças ou idosos?
  • Há especialistas variados próximo da sua casa?

Essas questões são importantes porque muitas empresas oferecem planos odontológicos segmentados. Assim, há os que abrangem principalmente a parte estética, outros as necessidades mais comuns de crianças ou na terceira idade. E há ainda aqueles que servem para toda a família, por exemplo.

plano odontológico

2 – Faça uma pesquisa sobre a operadora

Depois de encontrar o plano que melhor se adéqua ao que você precisa, é muito importante fazer uma pesquisa sobre a operadora. Para funcionar ela precisa ser autorizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

A ANS é a reguladora de todos os planos de saúde e planos odontológicos. Em seu site há informações importantes tanto sobre as operadoras quanto sobre os planos.

Lá é possível descobrir, por exemplo, quais as melhores e maiores do país e as campeãs em reclamações. Há ainda pesquisas de satisfação entre os consumidores e a lista dos planos que são suspensos por apresentarem irregularidades.

Além disso, no site da ANS você confere ainda o rol de eventos e procedimentos mínimos obrigatórios. A lista é atualizada a cada dois anos.

Por outro lado, vale também pesquisar entre seus amigos. Veja com quem já é cliente do plano que você está escolhendo qual a impressão sobre ele.

mulher sorrindo e digitando no computador

3 – Peça uma cotação e tire todas suas dúvidas com o vendedor

A terceira dica é pedir uma cotação online sem compromisso. Peça de quantos planos odontológicos que quiser para comparar preços e coberturas. Essa é uma ótima oportunidade para conversas com o vendedor e esclarecer todas as dúvidas.

Não tenha pressa nem vergonha de perguntar, o vendedor é o especialista em plano odontológico. Assim, ele sabe exatamente o que cada um oferece, coberturas, preços, abrangência, etc.

Nessa hora, o vendedor é o seu melhor amigo. Converse sobre o que você precisa, o quanto pode pagar e o que você espera do plano odontológico. Com certeza ele vai indicar as opções que melhor se encaixam no seu perfil.

Com essas 3 dicas simples você já está pronto para fazer a melhor escolha e se precaver contra gastos inesperados com dentista.

Faça agora mesmo uma cotação online sem compromisso e converse com um dos nossos vendedores especializados!

Recomendado para você:

Postagens mais vistas:

Faça um orçamento: